Perante as notícias que andam na deriva dos dias, o país evidencia sinais mais ou menos palpáveis de recuperação. Tudo está, ainda na agenda dos telejornais, dos especialistas, da teoria, da intensão, do desejo, da manobra…
A ser verdade, a coisa não é de deitar foguetes. Para rebentamentos basta o tremendo som refletido nas paredes do buraco que nos escavaram.
Desceu-se tanto, empobreceram-nos tanto que, de forma “normal”, digamos, o caminho só deverá ser o da recuperação, mesmo que nenhuma saliva sare as profundas feridas que nos infligiram, no trambolhão épico dos últimos anos.
Aos que nos aqui trouxeram, brancos e pretos, esquerdos e direitos, gordos e magros, altos e baixos, sugere-se comedimento e respeito pelo cenário devastador que grassa por esse país fora, encarnado nas dificuldades e no desespero que se sente nos rostos fechados e cravados no chão.
A recuperação estar-se-á a dar a tremendas custas sociais, a um êxodo dramático de tanta gente num limbo de desilusão e para lá dele, que procura fora do seu país e das suas origens, o que lhes foi criminosamente sonegado.
Recuperar, senhores, é apenas ter respeito por quem foi OBRIGADO a pagar uma fatura que outros deixaram em mil e uma mesas de onde ser serviram de forma alarve.
destaques

Recent Posts

MEMORABILIA 17 – Balões passaram por Penacova

Alberto Malva no balão de ar quente A primeira travessia de Portugal em balões de ar quente aconteceu em maio…

4 dias ago

Concurso pode avançar nos próximos meses

Imóvel integra lista do programa Revive O Programa Revive foi lançado pelo governo em 2016 com o objetivo de abrir…

2 semanas ago

Uma barbearia que está sempre na moda

Fernando Dias e Pedro A moda da barba, nos rostos masculinos, fez renascer as barbearias. Em Lisboa, nas cidades e…

3 semanas ago

Um mercado para revitalizar a zona histórica

Edifício dos correios em Penacova Volto ao tema da reabilitação urbana do centro histórico de Penacova para dar um exemplo,…

4 semanas ago

Uma oportunidade para transformar o centro histórico

Centro histórico de Penacova O chamado centro histórico de Penacova tem sofrido, nas décadas mais recentes, com a chamada crise…

1 mês ago

Kristien e Dirk os pioneiros do Mondego

Dirk e Kristien fundadores de "O Pioneiro do Mondego"  Dirk Van Vossole, de nacionalidade belga, foi professor de educação física.…

2 meses ago