ESTE MUNDO LOUCO ALI DE FORA

Tenho praticado uma espécie de auto-imposição ignorante, isto é, não leio jornais, evito noticiários da rádio, excluo-me de assistir a telejornais, a debates e a qualquer fonte de informação ou opinião.
Para quem, como eu, já foi absolutamente dependente de tudo isso, este regime é, no mínimo, intrigante.
Várias palavras, em conjunto ou isoladas, explicam esta atitude.
Faço ressaltar uma apenas.
Desilusão.
Da mesma forma que admito poder ser uma desilusão para algumas pessoas, o mundo, a política e a estupidificação reinante atiram-me para esta amargura de galope.
Hoje, num exercício para “romper” com este auto-situacionismo, vi quase todo um telejornal, assisti a 3 minutos
     entre o degredo e o deleite
à emissão da Casa dos Segredos, em direto e confirmei que de facto, tudo está bem encaminhado; no telejornal assisti às reações às golpadas da política, que visam apenas urinar em cima de cadáveres, marcando “terreno” para a sua própria sobrevivência, enquanto um país definha, económica, social e moralmente, anestesiado e parecendo mais preocupado em discutir durante horas as manobras de mais um antro de sujidade que é o futebol.
Depois, a vida política local – aqui da região – é absolutamente intratável e provavelmente devido à escala e aos hábitos instalados durante décadas, é absolutamente impossível acreditar em quem quer que seja que governe ou pretenda governar esta terra.
Portanto, ou o cidadão se coloca perante esta ordem, ou a sua própria desordem. A escolha, a minha escolha, está feita. 
Portanto, é muito provável que continue a optar pelo meu alheamento deste mundo enlouquecido, pobre de valores e referências, de coutadas e coitados e continue a dedicar-me mais à leitura (aos livros que eu escolho), à música (que eu escolho) e, aqui e ali, tentando escrever algo que um dia valha a pena ser lido.

destaques

Recent Posts

Lorvão e Alcobaça no Registo da Memória do Mundo

Passados três anos após a inscrição no Registo da Memória do Mundo dos manuscritos “Apocalipse do Lorvão” e “Comentário ao…

1 dia ago

Viver no interior não é uma fatalidade

Como o Fundão pode ser inspirador para Penacova Penacova tem um atraso estrutural que muito dificilmente conseguirá recuperar. Continuamos a…

2 dias ago

TRAGÉDIA – VERÃO 2017

 Texto escrito em 17 de Outubro de 2017 Cinco vidas ceifadas, 4 Bombeiros que necessitaram de deslocação aos HUC, 29…

7 dias ago

Devolver o imposto ou investir?

PS e PSD trocaram acusações sobre devolução do IRS A câmara de Penacova não vai devolver IRS aos munícipes em…

2 semanas ago

Casa onde nasceu António José de Almeida vai dar lugar a Museu da República

A Câmara Municipal de Penacova assinou hoje um Protocolo de Colaboração com o Centro de Estudos Disciplinares Século XX (CEIS…

2 semanas ago

Lixeira a céu aberto na descida do Botão

Lixo acumula-se na descida do Botão (IP3) Os portugueses estão a produzir mais lixo e as campanhas de sensibilização e…

3 semanas ago