ESCREVINHATÓRIO (4) – Do lado de fora

Não aprecio as coisas que aquele tipo escreve. Mil e uma coisas amontoadas e sem uma ordem que por vezes as acalme.
Se calhar são guerras dele que ele torna públicas, quase todas elas não abonam grande coisa para ele próprio, embora ele ache que abonam.

Não percebe o essencial – “o essencial é invisível aos olhos” – e vai por ali, escrevendo coisas avulsas, complicadas de entender, fora das fórmulas, desalinhadas, de interesse relativo, não raras vezes sem interesse… 
Não percebe que só se sabe o que se quer dizer quando já se disse. E que não existem histórias e o que existe é quem as conta.
Teima, insiste, persiste, subsiste, em riste e não desiste. E por vezes é triste.
E amargo. E azedo. E irónico. E sarcástico.
Não está do lado de fora.
©AL.abr2015 
destaques

Recent Posts

Casa Aurora quer trazer turistas para Friúmes

Carlos e Palmira Pinheiro A casa, à entrada de Friúmes, começou a ser reconstruida há cinco anos, pelo pai de…

7 dias ago

Obras no “Ténis” depois de duas décadas de abandono

A obra vai custar meio milhão de euros Quem é de Penacova facilmente se lembrará das grandes festas que se…

3 semanas ago

Parque de Louredo pisca o olho aos canoístas

Louredo Natura Parque No início do ano, a câmara de Poiares inaugurou o Louredo Natura Parque. O espaço tem tudo…

4 semanas ago

O MOMENTO DOS PROFESSORES

Em termos laborais, nada há de mais justo do que contar o tempo de serviço efetivamente prestado, seja qual for…

1 mês ago

Antero mestre relojoeiro há cinquenta anos

Antero Alves tem 74 anos Encontro o mestre relojoeiro na conhecida rua Conselheiro Barjona de Freitas, no coração de Penacova.…

1 mês ago

O FUTURO DO IP3

Hoje assisti ao anúncio público, das obras de requalificação do IP3. Porque sou testemunha de muitas tragédias, quero acreditar que…

2 meses ago