O resistente Texas-Bar do Cerquedo

O Texas-Bar fica no Cerquedo
Faço-me à estrada, para os lados de Carvalho, e não há cruzamento que não tenha uma placa indicando o supermercado da Espinheira! As médias e grandes superfícies comerciais esmagaram o pequeno comércio e, hoje em dia, nas aldeias do interior, já é difícil encontrar uma pequena mercearia ou venda de porta aberta.
Na aldeia de Cerquedo, dois pequenos comércios resistem ao rolo compressor dessas áreas comerciais. O nome de um deles chama-me a atenção: Texas-Bar! Maria Rosa Santos e José Cruz Ferreira dirigem o negócio há décadas mas, o presente é incerto, “hoje quase não se vende nada! Se tirar um café ou dois por dia e vender um quilo de açúcar já é muito!”, confessa a proprietária. O Texas-Bar tem café, de um lado, e do outro uma pequena mercearia, mas o movimento é cada vez menor, diz-me Maria Rosa – “os mercados grandes, como o da Espinheira, deram cabo do negócio. Ainda por cima, aqui na aldeia, há outra venda que até é de uma madrinha minha!”
A conversa com Maria Rosa é interrompida pelo marido – “o senhor é da política? É que eles só se lembram de nós nestas alturas.” Respondo que sou jornalista e quero escrever um texto sobre as dificuldades do pequeno comércio, mas José Ferreira insiste – “a estrada da Portela de Oliveira para Carvalho está uma miséria!”. A esposa, Maria Rosa, entra na conversa – “ouvi dizer que o senhor dos bombeiros vai ganhar!” Respondo que a escolha será dos eleitores e tento centrar o diálogo no tema que me trouxe ao Cerquedo – “Estamos aqui há trinta anos, talvez! Hoje em dia quase não vale a pena ter a porta aberta”, responde Maria Rosa que me revela que o livro dos calotes ainda dificultou mais as coisas – “há aqui pessoas que me estão a dever dinheiro, muitos contos, ainda na moeda antiga!” O Texas-Bar é um espaço pequeno, mas agradável, com um pequeno balcão, matraquilhos e a, inevitável, televisão, mas a concorrência afastou os clientes – “a malta nova prefere o bar do salão”, afirma Maria Rosa.
No Cerquedo, tal como em tantas aldeias do interior do país, o envelhecimento da população, a emigração, a falta de emprego e a concorrência das grandes áreas comerciais, acaba por condenar estes pequenos negócios.
O Texas-Bar, que funciona como café e pequena mercearia, vai resistindo, ao passar dos dias…
destaques

Recent Posts

Ex-presidentes de junta querem reversão das freguesias

Em 2013 São Paio foi agregada à freguesia de São Pedro de Alva O governo quer voltar a reorganizar o…

1 semana ago

Penacova e a Senhora do Mont’Alto

Gravura publicada no século passado  na imprensa local O nascimento de Nossa Senhora ou a Natividade de Maria é uma…

2 semanas ago

MEMO 18 – Confraria da Lampreia criada há quinze anos

Os percursores da Confraria da Lampreia de Penacova Em agosto de 2003 nasceu, por escritura pública, a Confraria da Lampreia…

3 semanas ago

INCÊNDIOS FLORESTAIS

Ao dar uma olhadela nos meus arquivos da semana passada encontrei esta capa de jornal. Cada um interpreta como quiser.…

3 semanas ago

História da Casa do Povo de S. Pedro de Alva é o tema de novo livro de Alfredo Fonseca

No dia 15 de Julho teve lugar a apresentação de mais um livro de Alfredo Santos Fonseca. É o oitavo…

4 semanas ago

História da Casa do Povo de S. Pedro de Alva é o tema de novo livro de Alfredo Fonseca

No dia 15 de Julho teve lugar a apresentação de mais um livro de Alfredo Santos Fonseca. É o oitavo…

4 semanas ago