Ultrapassar a tragédia e voltar mais forte

Novas instalações junto ao IC6
O fogo de quinze de outubro destruiu as oficinas que a empresa “Marginal do Mondego” tinha em Paredes. Números redondos, o prejuízo rondou o meio milhão de euros. Sem condições para recuperar essas instalações, esta empresa de transportes e logística, uma das maiores do concelho, está apostada em erguer um novo edifício junto ao IC6, entre o Lavradio e Vale da Serra. “Servirá para alojar as oficinas da empresa, mas a ideia é futuramente poder albergar também os escritórios e armazéns”, adiantou à LM, Pedro Alves, um dos administradores.
A obra está em marcha porque a empresa necessita de espaços para manter a atividade – “temos ainda a sede no Silveirinho, arrendámos escritórios em Penacova, mas necessitamos de mais espaços para continuar a trabalhar”, disse o administrador.
Para além das instalações em Portugal, o grupo que se dedica à logística e transporte de longo curso, também está implantado na Suécia e em Espanha – “também vamos aumentar as áreas em Espanha”, sublinhou Pedro Alves.
A empresa está em atividade desde 2002 e foi fundada pela família Alves: os irmãos Pedro e Rodrigo e os seus pais Carlos e Umbelina. Em 2011, o “Mondego Group” estendeu-se à Escandinávia e abriu um armazém em Gotemburgo. Seguiram-se outros em Malmo e Furulund. Em 2014, expandiu-se para Espanha (Vitória e, mais tarde, Barcelona). Conta atualmente com cento e setenta funcionários e uma frota de cento e vinte camiões.
No ranking das maiores empresas do distrito de Coimbra, elaborado pelo jornal “As Beiras”, a empresa “Transportes Marginal do Mondego, SA” está entre as cem primeiras e, no concelho de Penacova, é a segunda maior, só sendo superada pela “Águas Caldas de Penacova”.
destaques

Recent Posts

O MOMENTO DOS PROFESSORES

Em termos laborais, nada há de mais justo do que contar o tempo de serviço efetivamente prestado, seja qual for…

5 dias ago

Antero mestre relojoeiro há cinquenta anos

Antero Alves tem 74 anos Encontro o mestre relojoeiro na conhecida rua Conselheiro Barjona de Freitas, no coração de Penacova.…

6 dias ago

O FUTURO DO IP3

Hoje assisti ao anúncio público, das obras de requalificação do IP3. Porque sou testemunha de muitas tragédias, quero acreditar que…

2 semanas ago

Um cais para a Barca Serrana

O cais da Barca Serrana em 2012 / FOTO: Carlos Alvarinhas Miguel Esta semana almocei no simpático restaurante "O Cantinho"…

3 semanas ago

Utentes pedem melhores transportes públicos

Comissão de utentes quer melhores transportes A população da Aveleira, Roxo, São Mamede e Paradela de Lorvão, servida pela empresa…

4 semanas ago

REUNIÃO DE CÂMARA DE 15 DE JUNHO 2018

Foi com um sentimento redobrado de satisfação que ontem assistimos, na Reunião de Câmara, à apresentação do trabalho “Meu Querido…

1 mês ago