Ultrapassar a tragédia e voltar mais forte

Novas instalações junto ao IC6
O fogo de quinze de outubro destruiu as oficinas que a empresa “Marginal do Mondego” tinha em Paredes. Números redondos, o prejuízo rondou o meio milhão de euros. Sem condições para recuperar essas instalações, esta empresa de transportes e logística, uma das maiores do concelho, está apostada em erguer um novo edifício junto ao IC6, entre o Lavradio e Vale da Serra. “Servirá para alojar as oficinas da empresa, mas a ideia é futuramente poder albergar também os escritórios e armazéns”, adiantou à LM, Pedro Alves, um dos administradores.
A obra está em marcha porque a empresa necessita de espaços para manter a atividade – “temos ainda a sede no Silveirinho, arrendámos escritórios em Penacova, mas necessitamos de mais espaços para continuar a trabalhar”, disse o administrador.
Para além das instalações em Portugal, o grupo que se dedica à logística e transporte de longo curso, também está implantado na Suécia e em Espanha – “também vamos aumentar as áreas em Espanha”, sublinhou Pedro Alves.
A empresa está em atividade desde 2002 e foi fundada pela família Alves: os irmãos Pedro e Rodrigo e os seus pais Carlos e Umbelina. Em 2011, o “Mondego Group” estendeu-se à Escandinávia e abriu um armazém em Gotemburgo. Seguiram-se outros em Malmo e Furulund. Em 2014, expandiu-se para Espanha (Vitória e, mais tarde, Barcelona). Conta atualmente com cento e setenta funcionários e uma frota de cento e vinte camiões.
No ranking das maiores empresas do distrito de Coimbra, elaborado pelo jornal “As Beiras”, a empresa “Transportes Marginal do Mondego, SA” está entre as cem primeiras e, no concelho de Penacova, é a segunda maior, só sendo superada pela “Águas Caldas de Penacova”.
destaques

Recent Posts

Pista da Atalhada continua sem homologação

Pista da Atalhada foi inaugurada em 2014 Foi inaugurada pelo município em setembro de 2014 para servir de palco, sobretudo,…

3 dias ago

MEMORABILIA 19 – “Ó camarada cá vai uma pulha!”

O aparelho que amplificava o som das pulhas O lançar das pulhas era uma tradição antiga, do tempo dos nossos…

2 semanas ago

A Lenda dos Três Rios

Muitas das compilações existentes sobre lendas portuguesas a referem, atribuindo-a à tradição oral da zona de Pombeiro da Beira, mas…

2 semanas ago

DA FICÇÃO À REALIDADE

  Este é o complexo diagrama das estruturas coordenadas pela Agif, a nova a Entidade criada pelo governo para coordenar…

2 semanas ago

Portugal Green Travel instala-se em Penacova

Hugo Teixeira Francisco tem raízes em Penacova Um novo operador turístico especializado em produtos ligados ao turismo/natureza, destinos/aventura e produtos…

3 semanas ago

Memórias da Beira Serra: gravuras do boletim “A Acção Regional” 1931-1934

De 1931 a 1934 publicou-se em Lisboa um boletim trimestral que tinha como título “A Acção Regional”. Dirigido por José…

1 mês ago