Ação social acompanha alunos africanos da EBA

EBA em Penacova
Não é a primeira vez que a situação dos estudantes africanos que frequentam a Escola Profissional Beira Aguieira (EBA) vem à baila. Em setembro de 2016, um grupo de jovens dormiu na rua em protesto contras as más condições de alojamento.
O grupo, agora substancialmente maior, está repartido por várias instalações, todas no centro de Penacova.
Alguns episódios recentes, de desacatos na via pública e de uma aluna que foi mãe, chamaram a atenção da comunidade e dos autarcas. Contactada pela Livraria do Mondego, Sandra Ralha, vereadora da ação social e educação, disse que a câmara está atenta e pediu maior articulação aos parceiros da RLIS – Rede Local de Intervenção Social. “Em colaboração com a escola, acompanhámos uma jovem mãe, disponibilizámos consultas, um enxoval para o bebé e colocámos o casal num apartamento de habitação social, na Eirinha. Em relação à alimentação, a Santa Casa da Misericórdia, também tem estado a colaborar.”
A vereadora afirmou que a autarquia tem atribuído alguns apoios pontuais à EBA mas o alojamento dos estudantes PALOP é da responsabilidade da escola.
Os vereadores do PSD manifestaram “preocupação pelas condições de degradação social, humana e financeira”, acrescentam que “há alunos sem luz, há alunos a viver da caridade alheia, há alunos que passam fome, há alunos sem acesso a água quente, há alunos sem dinheiro para transporte sequer para ir ao médico”, refere o comunicado.
O assunto já foi discutido nas reuniões do executivo camarário, mas no entender dos vereadores sociais-democratas, sem resultados práticos – “o executivo limita-se a atribuir auxílios avulso, que são pequenos para suprir as dificuldades, sem que a direção da EBA se responsabilize, minimamente, pelos estudantes”. A vereadora Sandra Ralha adiantou que dia 27 está prevista uma reunião com o diretor da EBA para discutir a situação dos alunos dos PALOP. 

Livraria do Mondego contactou, esta manhã, a Escola Profissional Beira Aguieira mas, em tempo útil, não foi possível obter qualquer esclarecimento por parte da direção.

destaques

Recent Posts

Pista da Atalhada continua sem homologação

Pista da Atalhada foi inaugurada em 2014 Foi inaugurada pelo município em setembro de 2014 para servir de palco, sobretudo,…

3 dias ago

MEMORABILIA 19 – “Ó camarada cá vai uma pulha!”

O aparelho que amplificava o som das pulhas O lançar das pulhas era uma tradição antiga, do tempo dos nossos…

2 semanas ago

A Lenda dos Três Rios

Muitas das compilações existentes sobre lendas portuguesas a referem, atribuindo-a à tradição oral da zona de Pombeiro da Beira, mas…

2 semanas ago

DA FICÇÃO À REALIDADE

  Este é o complexo diagrama das estruturas coordenadas pela Agif, a nova a Entidade criada pelo governo para coordenar…

2 semanas ago

Portugal Green Travel instala-se em Penacova

Hugo Teixeira Francisco tem raízes em Penacova Um novo operador turístico especializado em produtos ligados ao turismo/natureza, destinos/aventura e produtos…

3 semanas ago

Memórias da Beira Serra: gravuras do boletim “A Acção Regional” 1931-1934

De 1931 a 1934 publicou-se em Lisboa um boletim trimestral que tinha como título “A Acção Regional”. Dirigido por José…

1 mês ago