Ação social acompanha alunos africanos da EBA

EBA em Penacova
Não é a primeira vez que a situação dos estudantes africanos que frequentam a Escola Profissional Beira Aguieira (EBA) vem à baila. Em setembro de 2016, um grupo de jovens dormiu na rua em protesto contras as más condições de alojamento.
O grupo, agora substancialmente maior, está repartido por várias instalações, todas no centro de Penacova.
Alguns episódios recentes, de desacatos na via pública e de uma aluna que foi mãe, chamaram a atenção da comunidade e dos autarcas. Contactada pela Livraria do Mondego, Sandra Ralha, vereadora da ação social e educação, disse que a câmara está atenta e pediu maior articulação aos parceiros da RLIS – Rede Local de Intervenção Social. “Em colaboração com a escola, acompanhámos uma jovem mãe, disponibilizámos consultas, um enxoval para o bebé e colocámos o casal num apartamento de habitação social, na Eirinha. Em relação à alimentação, a Santa Casa da Misericórdia, também tem estado a colaborar.”
A vereadora afirmou que a autarquia tem atribuído alguns apoios pontuais à EBA mas o alojamento dos estudantes PALOP é da responsabilidade da escola.
Os vereadores do PSD manifestaram “preocupação pelas condições de degradação social, humana e financeira”, acrescentam que “há alunos sem luz, há alunos a viver da caridade alheia, há alunos que passam fome, há alunos sem acesso a água quente, há alunos sem dinheiro para transporte sequer para ir ao médico”, refere o comunicado.
O assunto já foi discutido nas reuniões do executivo camarário, mas no entender dos vereadores sociais-democratas, sem resultados práticos – “o executivo limita-se a atribuir auxílios avulso, que são pequenos para suprir as dificuldades, sem que a direção da EBA se responsabilize, minimamente, pelos estudantes”. A vereadora Sandra Ralha adiantou que dia 27 está prevista uma reunião com o diretor da EBA para discutir a situação dos alunos dos PALOP. 

Livraria do Mondego contactou, esta manhã, a Escola Profissional Beira Aguieira mas, em tempo útil, não foi possível obter qualquer esclarecimento por parte da direção.

destaques

Recent Posts

Crédito Agrícola vê oportunidade e vai para o Terreiro

Crédito Agrícola vai ocupar local nobre de Penacova Nos anos mais recentes, BPI, BIC e agora o BCP encerraram balcões…

1 semana ago

Penacova na pintura de Eugénio Moreira

"Ferreirinha " retrato a óleo 73 x 93 Museu Nacional Soares dos Reis De acordo com Abel Salazar, Eugénio Moreira…

2 semanas ago

“TECER A PREVENÇÃO – Plano Local de Promoção e Proteção dos Direitos das Crianças e Jovens do Concelho de Penacova”.

Confesso que o nome, só por si, me fascinou.Esta dimensão tão abrangente das palavras, a conceção de um trabalho diligente,…

2 semanas ago

Reconstrução de casa na Ribeira bastante atrasada

Obra tem andado a um ritmo muito lento Na tragédia de 15 de outubro, do ano passado, o fogo destruiu…

3 semanas ago

Lorvão e Alcobaça no Registo da Memória do Mundo

Passados três anos após a inscrição no Registo da Memória do Mundo dos manuscritos “Apocalipse do Lorvão” e “Comentário ao…

4 semanas ago

Viver no interior não é uma fatalidade

Como o Fundão pode ser inspirador para Penacova Penacova tem um atraso estrutural que muito dificilmente conseguirá recuperar. Continuamos a…

4 semanas ago