Finalmente vamos divulgar a nossa oferta turística!

Imagem da nova plataforma

Como escrevi, recentemente, o turista de hoje desfruta com os cinco sentidos. Não visita, aprende! Não viaja, descobre! O turismo é cada vez mais digital e a internet e as redes sociais são local de partilha de experiências. O smartphone passou a ser o companheiro de viagem.

As app, as aplicações para telemóvel e os sites dão-nos toda a informação que queremos, de determinado lugar, de um monumento, de uma praia fluvial, de um restaurante, e tudo em tempo real. Finalmente, a câmara de Penacova resolveu investir na divulgação do potencial turístico e apresenta na BTL 2018 – Bolsa de Turismo de Lisboa, uma plataforma digital batizada de “Penacova by heart”. Num primeiro olhar pelo sítio, já disponível na internet, é possível aceder a locais de alojamento, restaurantes, atividades (trail e btt, por exemplo) e experiências (descer o Mondego de canoa ou conduzir um kartcross). Estão lá também os spots turísticos, entre eles, o mosteiro de Lorvão, as praias fluviais e os miradouros. Segundo a autarquia, a plataforma ainda não está completa e deverá ser acrescentado, em breve, um canal para venda de produtos turísticos.
Sempre fui um critico da forma como os sucessivos executivos autárquicos têm encarado o turismo. A distração dos nossos autarcas foi aproveitada por outros territórios que, mais diligentes, acreditaram que a atividades turística, com produtos e marcas bem definidas, é uma fonte de desenvolvimento económico. Veja-se o caso de Óbidos, um case study nesta área, que em década e meia se transformou num destino turístico de excelência. Veja-se, mais recentemente, o exemplo de Arouca. A aposta certeira nos passadiços, premiados várias vezes a nível global, dinamizou a economia local, com ganhos evidentes para as empresas de animação, alojamento, comércio, gastronomia, transportes, etc. Veja-se a Pampilhosa da Serra, município que sofre, como ninguém, com a interioridade. Apesar das contrariedades, tem investido em eventos de reconhecimento nacional (Seaside Sunset, Inspira Natal, etc) e numa política de marketing muito forte. Este ano, volta a estar em destaque na BTL, a grande montra do turismo, com um pavilhão.
Nunca se vislumbrou uma estratégia, um plano plurianual para investir nos spots certos, no produto e na marca. Se este fosse um território desinteressante e sem potencial turístico, teríamos de nos remeter à realidade mas, Penacova é exatamente o contrário! Isto devia inquietar-nos!
O “Penacova by heart” chega, finalmente, para tentar dar visibilidade ao que somos, e ao que podemos oferecer enquanto destino turístico. Como todos sabemos, o turismo é atualmente, o motor da economia nacional. É, por isso, imperativo, que a governação local aproveite a conjuntura favorável.  
destaques

Recent Posts

Ex-presidentes de junta querem reversão das freguesias

Em 2013 São Paio foi agregada à freguesia de São Pedro de Alva O governo quer voltar a reorganizar o…

1 semana ago

Penacova e a Senhora do Mont’Alto

Gravura publicada no século passado  na imprensa local O nascimento de Nossa Senhora ou a Natividade de Maria é uma…

2 semanas ago

MEMO 18 – Confraria da Lampreia criada há quinze anos

Os percursores da Confraria da Lampreia de Penacova Em agosto de 2003 nasceu, por escritura pública, a Confraria da Lampreia…

3 semanas ago

INCÊNDIOS FLORESTAIS

Ao dar uma olhadela nos meus arquivos da semana passada encontrei esta capa de jornal. Cada um interpreta como quiser.…

3 semanas ago

História da Casa do Povo de S. Pedro de Alva é o tema de novo livro de Alfredo Fonseca

No dia 15 de Julho teve lugar a apresentação de mais um livro de Alfredo Santos Fonseca. É o oitavo…

4 semanas ago

História da Casa do Povo de S. Pedro de Alva é o tema de novo livro de Alfredo Fonseca

No dia 15 de Julho teve lugar a apresentação de mais um livro de Alfredo Santos Fonseca. É o oitavo…

4 semanas ago