Finalmente vamos divulgar a nossa oferta turística!

Imagem da nova plataforma

Como escrevi, recentemente, o turista de hoje desfruta com os cinco sentidos. Não visita, aprende! Não viaja, descobre! O turismo é cada vez mais digital e a internet e as redes sociais são local de partilha de experiências. O smartphone passou a ser o companheiro de viagem.

As app, as aplicações para telemóvel e os sites dão-nos toda a informação que queremos, de determinado lugar, de um monumento, de uma praia fluvial, de um restaurante, e tudo em tempo real. Finalmente, a câmara de Penacova resolveu investir na divulgação do potencial turístico e apresenta na BTL 2018 – Bolsa de Turismo de Lisboa, uma plataforma digital batizada de “Penacova by heart”. Num primeiro olhar pelo sítio, já disponível na internet, é possível aceder a locais de alojamento, restaurantes, atividades (trail e btt, por exemplo) e experiências (descer o Mondego de canoa ou conduzir um kartcross). Estão lá também os spots turísticos, entre eles, o mosteiro de Lorvão, as praias fluviais e os miradouros. Segundo a autarquia, a plataforma ainda não está completa e deverá ser acrescentado, em breve, um canal para venda de produtos turísticos.
Sempre fui um critico da forma como os sucessivos executivos autárquicos têm encarado o turismo. A distração dos nossos autarcas foi aproveitada por outros territórios que, mais diligentes, acreditaram que a atividades turística, com produtos e marcas bem definidas, é uma fonte de desenvolvimento económico. Veja-se o caso de Óbidos, um case study nesta área, que em década e meia se transformou num destino turístico de excelência. Veja-se, mais recentemente, o exemplo de Arouca. A aposta certeira nos passadiços, premiados várias vezes a nível global, dinamizou a economia local, com ganhos evidentes para as empresas de animação, alojamento, comércio, gastronomia, transportes, etc. Veja-se a Pampilhosa da Serra, município que sofre, como ninguém, com a interioridade. Apesar das contrariedades, tem investido em eventos de reconhecimento nacional (Seaside Sunset, Inspira Natal, etc) e numa política de marketing muito forte. Este ano, volta a estar em destaque na BTL, a grande montra do turismo, com um pavilhão.
Nunca se vislumbrou uma estratégia, um plano plurianual para investir nos spots certos, no produto e na marca. Se este fosse um território desinteressante e sem potencial turístico, teríamos de nos remeter à realidade mas, Penacova é exatamente o contrário! Isto devia inquietar-nos!
O “Penacova by heart” chega, finalmente, para tentar dar visibilidade ao que somos, e ao que podemos oferecer enquanto destino turístico. Como todos sabemos, o turismo é atualmente, o motor da economia nacional. É, por isso, imperativo, que a governação local aproveite a conjuntura favorável.  
destaques

Recent Posts

Pista da Atalhada continua sem homologação

Pista da Atalhada foi inaugurada em 2014 Foi inaugurada pelo município em setembro de 2014 para servir de palco, sobretudo,…

3 dias ago

MEMORABILIA 19 – “Ó camarada cá vai uma pulha!”

O aparelho que amplificava o som das pulhas O lançar das pulhas era uma tradição antiga, do tempo dos nossos…

2 semanas ago

A Lenda dos Três Rios

Muitas das compilações existentes sobre lendas portuguesas a referem, atribuindo-a à tradição oral da zona de Pombeiro da Beira, mas…

2 semanas ago

DA FICÇÃO À REALIDADE

  Este é o complexo diagrama das estruturas coordenadas pela Agif, a nova a Entidade criada pelo governo para coordenar…

2 semanas ago

Portugal Green Travel instala-se em Penacova

Hugo Teixeira Francisco tem raízes em Penacova Um novo operador turístico especializado em produtos ligados ao turismo/natureza, destinos/aventura e produtos…

3 semanas ago

Memórias da Beira Serra: gravuras do boletim “A Acção Regional” 1931-1934

De 1931 a 1934 publicou-se em Lisboa um boletim trimestral que tinha como título “A Acção Regional”. Dirigido por José…

1 mês ago