Kristien e Dirk os pioneiros do Mondego

Dirk e Kristien fundadores de “O Pioneiro do Mondego” 
Dirk Van Vossole, de nacionalidade belga, foi professor de educação física. Na Bélgica as descidas de rio, em canoa ou caiaque, sempre despertaram a sua atenção. Era usual acompanhar e participar nesta atividade outdoor. Ao serviço do governo flamengo, esteve em Marrocos, a dar formação a professores de educação física. No entanto, a adaptação ao reino marroquino, já ao lado de Kristien Devloo-Delva, esposa e também professora de educação física, não correu bem. De regresso à Europa, uns amigos aconselharam uma passagem por Portugal e pela região de Penacova – “ficaram maravilhados e quiseram ficar!”, confessa Jonas Van Vossole, o filho que dirige atualmente “O Pioneiro do Mondego”.
“Os meus pais começaram a organizar descidas em 1988, mas no ano anterior andaram a explorar a região e o vale do Mondego chamou-lhes a atenção”, afirma Jonas Van Vossole à Livraria do Mondego. Nessa altura, há trinta anos, as descidas de rio, entre Penacova e Coimbra, faziam-se a partir do Reconquinho, com pouco mais de uma dúzia de canoas. “Também havia um percurso mais a montante, que começava abaixo da barragem do Coiço. Era mais difícil e, nessa época, não existiam os açudes”.
Durante vários anos, esta empresa familiar com sede na Cheira, foi a única a realizar este tipo de atividade no país. Tornaram-se, por isso, “O Pioneiro do Mondego”. Os fundadores, Dirk e, mais recentemente Kristien, já não estão entre nós, mas a empresa segue o seu caminho, agora com Jonas Van Vossole ao leme. Organiza descidas do Mondego durante a maior parte do ano e consegue colocar rio abaixo, ao mesmo tempo, trezentas e cinquenta pessoas – “a maior descida que fazemos anualmente, para a Universidade de Coimbra, costuma ter esse número”, sublinha Jonas Van Vossole. Por estes dias, “O Pioneiro do Mondego” está presente na maior feira do país de desporto-aventura, a Nauticampo, em Lisboa. 
Sobre as comemorações dos trinta anos da empresa (1988-2018), Jonas Van Vossole, não quis adiantar pormenores, mas referiu que a data servirá para homenagear aos seus fundadores.
Álvaro Coimbra
destaques

Recent Posts

Pista da Atalhada continua sem homologação

Pista da Atalhada foi inaugurada em 2014 Foi inaugurada pelo município em setembro de 2014 para servir de palco, sobretudo,…

3 dias ago

MEMORABILIA 19 – “Ó camarada cá vai uma pulha!”

O aparelho que amplificava o som das pulhas O lançar das pulhas era uma tradição antiga, do tempo dos nossos…

2 semanas ago

A Lenda dos Três Rios

Muitas das compilações existentes sobre lendas portuguesas a referem, atribuindo-a à tradição oral da zona de Pombeiro da Beira, mas…

2 semanas ago

DA FICÇÃO À REALIDADE

  Este é o complexo diagrama das estruturas coordenadas pela Agif, a nova a Entidade criada pelo governo para coordenar…

2 semanas ago

Portugal Green Travel instala-se em Penacova

Hugo Teixeira Francisco tem raízes em Penacova Um novo operador turístico especializado em produtos ligados ao turismo/natureza, destinos/aventura e produtos…

3 semanas ago

Memórias da Beira Serra: gravuras do boletim “A Acção Regional” 1931-1934

De 1931 a 1934 publicou-se em Lisboa um boletim trimestral que tinha como título “A Acção Regional”. Dirigido por José…

1 mês ago