Utentes pedem melhores transportes públicos

Comissão de utentes quer melhores transportes
A população da Aveleira, Roxo, São Mamede e Paradela de Lorvão, servida pela empresa Transdev, na ligação a Coimbra, continua a pugnar por melhores serviços.
Numa das últimas assembleias municipais, Jorge Pires, elemento da comissão de utentes apresentou algumas queixas aos eleitos locais e pediu a intervenção da câmara de Penacova no sentido de melhorar o serviço que é prestado pela Transdev àquelas localidades.
No início do ano passado, a comissão de utentes avançou com um abaixo-assinado para fazer vincar a sua posição. A qualidade da frota, as falhas nas ligações, os atrasos nos horários estão entre as principais queixas. Depois disso, a comissão de utentes conseguiu reunir com o administrador-delegado da empresa e notaram-se alguns progressos, mas persistem alguns problemas. A situação justificou uma ida à assembleia municipal para tentar sensibilizar a câmara de Penacova. O autarca, Humberto Oliveira, referiu nessa reunião que a questão dos transportes públicos está na órbita da Comunidade Intermunicipal e a ser analisado numa perspetiva global.
“Reconhecemos que nos últimos seis meses notou-se uma melhoria no serviço, mas continuam a existir alguns problemas. Os horários devem ser melhorados e entendemos que eram necessárias mais ligações, principalmente, ao fim de semana. Por outro lado, com o fim do ano escolar o número de ligações vai diminuir. Julgo que com uma participação mais ativa da câmara de Penacova poderíamos obter melhores resultados”, sublinhou Jorge Pires, da comissão de utentes, à Livraria do Mondego.
Segundo a página da internet da Transdev, a transportadora afetua cerca de uma dezena de ligações diárias entre aquela zona do concelho e a cidade de Coimbra, mas avisa que “a partir de 15 de junho passaremos a efetuar os serviços de período não escolar”, o que pressupõe uma diminuição do número de carreiras. A LM contactou a Transdev mas não obteve qualquer resposta.
destaques

Recent Posts

Luís Amante escreve sobre a poesia do tempo

É o terceiro livro de poesia do autor Ao terceiro livro, o autor reconhece que houve uma evolução nos poemas…

1 dia ago

Quando na Raiva se juntavam trinta e seis barcas serranas e duzentos carros de bois …

Desenho de Joana Santana Em 1954, no jornal “Notícias de Penacova”, o Padre Manuel Marques (que assinava Manuel do Freixo)…

3 dias ago

O Porto da Raiva na segunda metade do século XIX

PORTO DA RAIVA FOTO: SITE DO MUNICÌPIO DE PENACOVA São frequentes as referências ao Porto da Raiva, geralmente associadas ao…

1 semana ago

Vila Nova tem novo alojamento local

Miguel, Margarida e Luís, os donos da Charrua do Mondego Uma família de empreendedores da Riba de Baixo arregaçou as…

2 semanas ago

Apontamentos para a história da Pérgola no centenário da sua construção

No início do século XX, a Sociedade de Propaganda de Portugal inscreveu Penacova no conjunto das 17 localidades portuguesas dignas…

1 mês ago

Movimento mantém luta pelos cuidados continuados

Movimento acredita que o Revive não é solução Um dos rostos do movimento de cidadãos "Mais Saúde para o Hospital…

1 mês ago