O MOMENTO DOS PROFESSORES


Em termos laborais, nada há de mais
justo do que contar o tempo de serviço efetivamente prestado, seja qual for a
classe ou categoria profissional.


No que respeita aos
Professores, a semana passada, talvez apenas para “intoxicar” a opinião
pública, o governo afirmava que a contagem do tempo custava 600 milhões, hoje
anuncia-se uma comissão técnica para avaliar quanto custa.

Esta falta de
responsabilidade, custou uma greve e dias de incerteza a uma boa parte da
população, incluindo naturalmente os professores, que são na generalidade
cidadãos responsáveis e também têm filhos nas escolas públicas.

Considero
inacreditável a ligeireza com que se trata um assunto tão sério, e acho também
que os Professores não deixarão de “chumbar” o governo e alguns sindicatos pelo
desempenho tão negativo.


destaques

Recent Posts

Pista da Atalhada continua sem homologação

Pista da Atalhada foi inaugurada em 2014 Foi inaugurada pelo município em setembro de 2014 para servir de palco, sobretudo,…

3 dias ago

MEMORABILIA 19 – “Ó camarada cá vai uma pulha!”

O aparelho que amplificava o som das pulhas O lançar das pulhas era uma tradição antiga, do tempo dos nossos…

2 semanas ago

A Lenda dos Três Rios

Muitas das compilações existentes sobre lendas portuguesas a referem, atribuindo-a à tradição oral da zona de Pombeiro da Beira, mas…

2 semanas ago

DA FICÇÃO À REALIDADE

  Este é o complexo diagrama das estruturas coordenadas pela Agif, a nova a Entidade criada pelo governo para coordenar…

2 semanas ago

Portugal Green Travel instala-se em Penacova

Hugo Teixeira Francisco tem raízes em Penacova Um novo operador turístico especializado em produtos ligados ao turismo/natureza, destinos/aventura e produtos…

3 semanas ago

Memórias da Beira Serra: gravuras do boletim “A Acção Regional” 1931-1934

De 1931 a 1934 publicou-se em Lisboa um boletim trimestral que tinha como título “A Acção Regional”. Dirigido por José…

1 mês ago