Obras no “Ténis” depois de duas décadas de abandono

A obra vai custar meio milhão de euros
Quem é de Penacova facilmente se lembrará das grandes festas que se realizavam no Parque Municipal, também conhecido como “Ténis”, isto há trinta, quarenta anos atrás. Os grandes artistas nacionais pisaram aquele palco, principalmente, nos eventos organizados pelos bombeiros. A multidão acotovelava-se para ver Paco Bandeira, Marco Paulo, Conjuntos Maria Albertina e António Mafra, Sitiados, Santos & Pecadores, etc…
À medida que a degradação foi tomando conta daquele espaço, o palco de eventos em Penacova transferiu-se para o Largo Alberto Leitão.
Em 1947, no jornal “Notícias de Penacova”, um entusiasta das nossas belezas naturais, Manuel de Oliveira Cabral, sugeriu uma forma de rentabilizar melhor a área disponível no Parque Municipal: “para que a vila possa transformar-se num ótimo centro de turismo, reputamos indispensável que seja dotada com uma piscina e, anexo, um pequeno parque infantil com o seu espelho de água, no género da que o Sr. Mateiro mandou construir em Oliveira de Azeméis e que ficou um encanto. Há um sítio esplêndido para ser construída e onde fica pouco dispendiosa, dadas as condições especiais do terreno, junto ao campo de ténis. Há dias disse-me o Sr. engenheiro Castro Pita que o custo dela não ascendia a mais de oitenta contos. Será uma utopia o que acima fica escrito? Se se provar que o é, paciência. Mas fiquem estas palavras apenas com o seguinte significado. O de que o autor gostaria de ver aproveitados todos os recursos deste belo recanto de Portugal, visto que ele considera, como aqui já escreveu: Penacova, a linda, uma eleita de Deus!”
Ora, há setenta anos, já Oliveira Cabral descobria no “Parque Municipal” potencial para ir mais além e sugeria que se fizesse ali uma piscina, o que, na minha modesta opinião, não ficava nada mal!
Depois de quase duas décadas de abandono, o “Ténis” entrou finalmente em obras. Orçada em meio milhão de euros, a intervenção pretende requalificar o espaço e dotá-lo dos equipamentos necessários para o lazer da população.
De acordo com o projeto, será instalado um novo parque infantil, como outrora existiu, só que desta vez com uma área maior; uma estrutura de apoio que poderá assumir a figura de bar, no caso da realização de eventos; um palco e respetivos camarins; um campo polivalente para a prática de várias modalidades desportivas, incluindo o ténis; rampas para cidadãos de mobilidade reduzida e sanitários. A obra deverá demorar cerca de um ano.  

destaques

Recent Posts

Casa Aurora quer trazer turistas para Friúmes

Carlos e Palmira Pinheiro A casa, à entrada de Friúmes, começou a ser reconstruida há cinco anos, pelo pai de…

7 dias ago

Parque de Louredo pisca o olho aos canoístas

Louredo Natura Parque No início do ano, a câmara de Poiares inaugurou o Louredo Natura Parque. O espaço tem tudo…

4 semanas ago

O MOMENTO DOS PROFESSORES

Em termos laborais, nada há de mais justo do que contar o tempo de serviço efetivamente prestado, seja qual for…

1 mês ago

Antero mestre relojoeiro há cinquenta anos

Antero Alves tem 74 anos Encontro o mestre relojoeiro na conhecida rua Conselheiro Barjona de Freitas, no coração de Penacova.…

1 mês ago

O FUTURO DO IP3

Hoje assisti ao anúncio público, das obras de requalificação do IP3. Porque sou testemunha de muitas tragédias, quero acreditar que…

2 meses ago

Um cais para a Barca Serrana

O cais da Barca Serrana em 2012 / FOTO: Carlos Alvarinhas Miguel Esta semana almocei no simpático restaurante "O Cantinho"…

2 meses ago