Tag: Vida

MEU QUERIDO CÃO QUINZENAL

«Adoro cães. Às vezes eles são melhores do que as pessoas. Sociáveis, fiéis, sinceros. Presentes. Tenho um belo pastor alemão.…

2 anos ago

ESCREVINHATÓRIO (14) – Duas notas

Nota 1 - Causa-me perplexidade quanto baste este afã de notícias e de reações às movimentações da bola. Quanto baste…

3 anos ago

TREZE DE MAIO, EM FÁTIMA

Treze de maio é sempre uma data carregada. Há uma densidade aflita no ar e na cidade declarada altar do…

3 anos ago

ESCREVINHATÓRIO (9) – A morte como promessa de vida

Conheço bem o "fenómeno" dos peregrinos, em maio, a caminho de Fátima. Habituei-me a vê-los em Coimbra, atravessando a cidade…

3 anos ago

ESCREVINHATÓRIO (5) – Ler em cor-de-rosa

Nas estantes dos supermercados, normalmente junto à entrada, estão de olho nos transeuntes que entram e saem, as revistas cor-de-rosa,…

3 anos ago

ESCREVINHATÓRIO (4) – Do lado de fora

Não aprecio as coisas que aquele tipo escreve. Mil e uma coisas amontoadas e sem uma ordem que por vezes…

3 anos ago

ESCREVINHATÓTIO (3) – Uma chapada do quotidiano

R. está muito calado, os olhos parados alisando paredes, ou esgueirando-se pela janela, desaparecendo para lá da linha do horizonte…

3 anos ago

AS COISAS

Apesar de tudo, persistem-me e insistem-me duas vulgares vontades, ainda firmes nos dias que ando: Ler e ouvir música. Curiosamente,…

4 anos ago

ESTÁ

A tua escrita está melancólica, às vezes triste e outras amarga.

4 anos ago

PERTURBAÇÃO

A expressão "saída limpa", que provocou uma catarse nos partidos do centro (PSD e PS) configura em mim uma perturbação…

4 anos ago

CRÓNICA AGRADECIDA

Considero-me um individuo bem educado. Os meus pais ensinaram-me, desde o limbo do mau cheiro das fraldas, a agradecer tudo…

4 anos ago

CRÓNICA DE NINGUÉM

Não consigo fechar a gaveta da inquietação, uma vez que lá dentro tudo está por resolver, isto é, coisas como…

4 anos ago

AUTO-RETRATO DESILUDIDO

Há muitas palavras.  Estão à nossa volta e é só escolher como quem escolhe num supermercado o que precisa para…

5 anos ago

MUITO…

...me espanta que esteja há uma dúzia de dias sem colocar aqui uma letra ou imagem e ainda haja 20…

5 anos ago

APÓCRIFO

Deve ser uma fase, muito provavelmente exponenciada pelo meu habitual pessimismo/ceticismo invernal, muito embora, aqui pelo Calhau, a palavra "inverno"…

5 anos ago

A SÉRIO QUE NÃO SEI…

Quanto mais leio, mais me apercebo que não possuo dimensão cultural e literária suficiente para escrever um livro e muito…

5 anos ago

PERTURBAÇÕES VAZIAS

Hoje dei comigo a pensar na tremenda incoerência em alguma terminologia de talho. O que é um "bife da vazia"?Ora…

5 anos ago

A PRETO E BRANCO

Perante as notícias que andam na deriva dos dias, o país evidencia sinais mais ou menos palpáveis de recuperação. Tudo…

5 anos ago

A (D)EFICIÊNCIA DO DÉFICE

São os foguetes do governo de um lado e as lágrimas de um povo em debandada e o que se…

5 anos ago

ÚLTIMA HORA: Consequência.

Um cachorrinho adotado por dois cães machos e homossexuais telefona para programa matinal da TVI a queixar-se que não encontra…

5 anos ago

ESTE MUNDO LOUCO ALI DE FORA

Tenho praticado uma espécie de auto-imposição ignorante, isto é, não leio jornais, evito noticiários da rádio, excluo-me de assistir a…

5 anos ago

DESPACHAR AS COISAS

Hoje numa rádio nacional, das poucas que se podem ouvir aqui no Calhau, verifiquei - sem espanto, diga-se -  que…

5 anos ago

DOS DIAS NO CALHAU (90) – Da minha (não boa) história

Um amanhecer de glória - como lhe chamo - mas que ficará para a minha história pessoal, não pelos melhores…

5 anos ago

WE ALL WEAR MASKS

Um: Pareces mais alegre!Outro: Talvez sim...Um: Ainda bem!Outro:...Ou talvez não!

5 anos ago